top of page

O que é o stress e o burnout?

Atualizado: 20 de abr.


Stress, Burnout, Terapia
Stress / Burnout

O que é o stress?

Normalmente é a resposta do nosso corpo a um evento ou a uma situação de pressão na nossa vida. Por norma decorre de alguma coisa nova ou inesperada, e que, de alguma forma, foge ao nosso controlo.


O que é Burnout?

Burnout é um estado de esgotamento físico, emocional e mental causado por stress prolongado ou sobrecarga, especialmente em ambientes de trabalho. Diferente de um stress ocasional, o burnout é persistente, prejudicando a produtividade e deixando a pessoa a sentir-se impotente, desiludida e completamente esgotada.


O que faz ao nosso corpo?

Quando somos expostos a stress são ativadas determinadas hormonas no nosso corpo que ativam uma resposta do sistema imunitário de autodefesa denominada “luta ou fuga”. Durante essa resposta, o batimento cardíaco aumenta, a respiração é mais rápida, os músculos contraem e a pressão arterial aumenta.


O corpo está preparado para lidar com pequenas quantidades de stress, no entanto, não estamos preparados para lidar com o stress a longo prazo, de forma continuada.


Quais os níveis de gravidade?

De acordo com alguns autores a síndrome de Burnout pode ter três etapas de evolução:

  1. Exaustão emocional - sensação de sobrecarga e desgaste, de exaustão física e emocional. Perceção de falta de energia para levar a cabo as atividades profissionais (e pessoais). O trabalho passa a ser visto como algo penoso e doloroso.

  2. Despersonalização/ desumanização - assumir de uma atitude mais distanciada na prestação de cuidados. Contactos mais impessoais e sem afetividade e pouco empáticos e humanizados com o outro. Barreiras cognitivas e emocionais em relação ao trabalho, àqueles a quem se presta serviços, aos colegas, aos superiores e à instituição.

  3. Baixa realização profissional - sensação de descontentamento e desmotivação com o trabalho, que conduzem à perceção de perda de sentido e interesse e consequente sensação de que o trabalho se tornou "um fardo". Como resultado, o investimento é cada vez menor, a sensação de realização profissional também e a eficácia fica muitas vezes comprometida.


7 tipos de sinais de stress crónico:

  1. Problemas físicos: problemas gastrointestinais, taquicardia, sensação de falta de ar, tonturas, sudorese, tensão arterial elevada, problemas cardiovasculares, enxaquecas, fadiga profunda e crónica, dores e tensão muscular, alterações do sono (sobretudo insónia) e do apetite, fragilização da resposta imunitária.

  2. Problemas emocionais: tristeza, apatia, anedonia, alienação, frustração, raiva/ revolta, tédio, desesperança, perda do orgulho e do sentimento de pertença, sensação de injustiça e falta de recompensa, irritabilidade, ansiedade, depressão, baixa autoestima, despersonalização.

  3. Problemas cognitivos: problemas de concentração e atenção, queixas mnésicas, confusão, maior lentificação na realização de tarefas, menor criatividade, pensamentos persistentes acerca do trabalho (ruminações), hipervigilância e necessidade de controlo.

  4. Problemas comportamentais: comunicação impessoal, atitude crítica, evitamento, impulsividade, reatividade, agressividade, abuso ou aumento do consumo de substâncias (tabaco, álcool, drogas, medicação), automedicação.

  5. Problemas sociais: isolamento, relações distanciadas ou com menor envolvimento e empatia, maior sarcasmo ou cinismo nas relações, problemas de relacionamento familiar ou menor convívio com amigos.

  6. Problemas existenciais: conflitos de valores e crenças, necessidade de redefinir a vida e as prioridades pessoais, raiva e revolta dirigidas à vida, alteração da visão que se tinha do ser humano.

  7. Problemas laborais: atrasos, absentismo, baixas médicas, turnover, maior número de erros no trabalho, menor tempo na prestação de serviços e menos cuidada, baixa realização profissional, vontade de desistir do trabalho, menor produtividade e eficácia profissional.


CONSEQUÊNCIAS A LONGO PRAZO

O stress pode, inclusive, ser benéfico em determinadas ocasiões. No entanto, quando é constante, torna-se crónico e pode conduzir a problemas sérios de saúde. Entre eles incluem-se:

- problemas relacionados com a saúde mental como depressão, ansiedade e distúrbios de personalidade

- doenças cardiovasculares, incluindo doenças do coração, tensão arterial elevada, arritmia cardíaca, ataque cardíaco e acidente vascular cerebral

- obesidade e distúrbios alimentares

- problemas menstruais

- disfunções sexuais como impotência e ejaculação precoce no homens e diminuição da líbido em homens e mulheres

- problemas de pele e cabelo, como a acne, psoríase e eczemas e calvície prematura

- problemas gastrointestinais como refluxo gástrico, gastrite, úlcera e síndrome do cólon irritado.


Como a Hipnoterapia e o Biofeedback Podem Ajudar?

A hipnoterapia pode ajudar a acessar a mente subconsciente, permitindo mudanças de comportamentos, pensamentos e sentimentos associados ao stress e ao burnout. O biofeedback, por outro lado, ensina a controlar as reações físicas ao stress, como frequência cardíaca e pressão arterial, promovendo um estado de relaxamento e bem-estar, alterando o funcionamento mental e fisico de dentro para for.


Se você se identifica com os sintomas de stress e burnout e está procurando apoio, não hesite em entrar em contato. As nossas técnicas de terapia podem ajudar a aliviar os seus sintomas e ensiná-la (o) a criar uma vida mais gratificante e equilibrada.


Descubra uma solução inovadora, rápida, eficaz e natural com a Hipnoterapia e o Biofeedback Quântico (somos das poucas clínicas no mundo que combinam o poder da Hipnoterapia com a precisão e tecnologia de última geração do Biofeedback Quântico).


Não perca mais tempo e resolva definitivamente o seu problema; passe a ter mais saúde e a ser mais feliz!






Incluí, grátis e sem qualquer compromisso:


Também pode efetuar a marcação através do telefone


António Santos - +351 924008685


Obs.: A utilização da Hipnoterapia em conjunto com o Quantum Biofeedback potência a rapidez na obtenção de resultados, no entanto, pode sempre optar por utilizar apenas uma das técnicas (Hipnoterapia ou Biofeedback) com a garantia dos mesmos resultados. No valor da consulta/terapia, está sempre incluído a utilização da Hipnoterapia e do Biofeedback em conjunto, sendo que a utilização de apenas uma delas não altera o valor.



24 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Commenting has been turned off.
bottom of page